FANDOM


Ayame Sohma é um personagem recorrente em Fruits Basket e é a cobra do zodíaco chinês e o irmão mais velho de Yuki Sohma, sendo dez anos mais velho.

Ele é o melhor amigo de Hatori Sohma e Shigure Sohma, os três compõem o Mabudachi Trio. Ao contrário de seu irmão, Ayame é extremamente extravagante, confiante e egocêntrico. 

Ele está absolutamente motivado em conquistar o amor de Yuki, ao perceber seus erros de ignorá-lo completamente e negar-lhe apoio na infância. À medida que a série avança, Yuki gradualmente aceita Ayame como irmão e até tenta entendê-lo.

Ele administra uma loja, chamada Ayame, que vende "fantasias românticas" personalizadas, como roupas de enfermeira, empregada, roupas de colegial e vestidos de casamento, com a ajuda de Mine Kuramae, sua costureira e namorada.

Em Fruits Basket Another, ele se casou com Mine e é o pai de Hibika e Chizuru Sohma.

Aparência Editar

Ayame é um jovem alto e magro. Ele tem cabelos grisalhos lisos e longos, estendendo-se até sua cintura, e olhos dourados.

É considerado muito bonito e se parece muito com Yuki. Assim como seu irmão caçula, Ayame possui alguns traços femininos e pode ser confundido com uma mulher.

Ele costuma usar roupas extravagantes, a maioria das quais projeta e experimenta, e depois vende para seus clientes. Suas roupas casuais possuem um design chinês, muito parecido com as de Yuki.

Personalidade Editar

Ayame é extremamente extravagante e confiante, falando muitas vezes de si mesmo e querendo passar uma impressão de ser superior aos outros, enquanto na verdade ele apenas deseja que ele e Yuki estejam mais próximos. Ele também é alguém descontraído e carismático.

Ayame está tentando constantemente se aproximar de Yuki devido aos erros que cometeu quando mais jovem. Ele ignorou os pedidos de ajuda de Yuki quando estava sofrendo pelos abusos de Akito[1] e quando seu irmão mais novo estava gravemente doente, ele apenas ignorou[2].

Ayame e Shigure fingem ser um casal e muitas vezes fazem pequenas cenas de bromance onde, no final, dizem "Tudo bem!" e um sinal de positivo, para desgosto de Hatori, Kyo e Yuki e a confusão de Tohru.

Ayame tem um grande respeito e admiração por Hatori, porque ele tem todas as qualidades que queria ter, e também o encorajou a procurar sua felicidade depois do que aconteceu com Kana Sohma, demonstrando ser um ótimo amigo.

Ele também tende a ser um pouco pervertido. Por exemplo, quando Tohru e Yuki visitaram sua loja, ele disse que qualquer sonho poderia ser realizado, como o sonho de ver uma mulher saindo de um banheiro[2].

História Editar

Ayame é o primeiro filho dos seus pais e nasceu dez anos antes de Yuki. Seu jeito extravagante e sua personalidade são coisas que irritam sua mãe, que é extremamente mesquinha. 

No dia em que Akito Sohma nasceu, Ayame sonhou com ela e acordou chorando. Ele foi capaz de sentir Akito, o Deus, então ele, Shigure, Hatori e Kureno Sohma se reuniram ao redor da mãe de Akito, Ren Sohma. Depois que foi revelado que Akito deveria ser criado como um menino, os quatro foram instruídos a manter seu verdadeiro sexo em segredo.[3]

Quando Yuki nasceu, devido aos seus problemas de saúde, ele teve que ser cuidado separadamente. Ayame sabia que tinha um irmão caçula, mas não interagia com ele, portanto, não foi capaz de desenvolver qualquer relação com o garoto.[4] Sua mãe também tornou-se mais negligente com ele e passou a dedicar apenas com Yuki, pois tinha planos envolvendo o mais novo.

Durante o ensino fundamental e médio, Ayame estudou com Hatori e Shigure, eles formaram um trio conhecido como Mabudachi Trio. No ensino médio, Ayame foi eleito como presidente do grêmio estudantil, enquanto Hatori era seu braço direito e secretário.[5]

Ele usou seus talentos para convencer o diretor a permitir que ele deixasse o cabelo grande e impedir que vários alunos fossem expulsos por terem ido a um bordel durante uma viagem de campo.[5]

Nessa mesma época, Yuki, que estava sofrendo diversos abusos psicológicos de Akito, pediu ajuda pela primeira e única vez a seu irmão, entretanto Ayame apenas o ignorou[1]. Ele também ignorava Yuki durante os banquetes anuais[6]. Em outra ocasião, as empregadas o informaram que seu irmão mais novo havia piorado da asma e estava gravemente doente, novamente ele apenas ignorou[2]. Ele chegou até mesmo a esquecer o nome de seu irmão[7].

Depois de terminar o ensino médio, Ayame, que amava criar roupas, abriu sua própria loja, contra a vontade de sua mãe, e posteriormente conheceu Mina Kuramae, tornando-a sua funcionária e namorada. 

Percebendo seus erros passado com seu irmão, Ayame decidiu reconciliar-se com Yuki.

Referências Editar

  1. 1,0 1,1 Fruits Basket, capítulo 36
  2. 2,0 2,1 2,2 Fruits Basket, capítulo 85
  3. Fruits Basket, capítulo 98
  4. Fruits Baskt, capítulo 21
  5. 5,0 5,1 Fruits Basket, capítulo 22
  6. Fruits Basket, capítulo 84
  7. Fruits Basket, capítulo 47
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.